quarta-feira, 12 de maio de 2010

Vocabulário em rádio

O pessoal que está fazendo o curso Mídias na Educação, do MEC, em parceria com universidades brasileiras tem acesso ao site do curso e blogs dos vários educadores espalhados no país. Sobre rádio o NCE\USP disponibilizou um texto sobre vocabulário de rádio que está disponível no blog Mídias na Educação. Reproduzimos aqui para compartilhar.

FREQUENCIA
O substantivo feminino
frequencia exprime a noção de regularidade, repetição sistemática de um som ou comportamento. Na física, chama-se frequência a repetição de um ciclo periódico de uma onda sonora por unidade de tempo.

No processo de difusão do sinal sonoro, utilizado pelas rádios, a onda portadora é aquela que carrega o som. No caso da transmissão em AM, a frequencia não sofre variações, sendo a oscilação da amplitude da onda portadora a responsável pelo desenho da onda sonora. Já FM é a forma de transmissão de um sinal sonoro na qual a variação do sinal é desenhada pela oscilação de frequência. É a variação de frequencia que vai determinar a altura do som: agudo, em alta frequência ou mais grave, em baixa frequencia. Por isso, a sigla AM significa Amplitude Modulada, enquanto FM significa Frequencia Modulada. A onda AM geralmente é de alcance maior que a onda FM.

DIAL
Dial, substantivo masculino, tem origem na língua inglesa e pode designar dois dispositivos que constituem um aparelho de rádio. O primeiro é o “mostrador” de sintonia de um receptor de ondas. Nos aparelhos de rádio mais comuns, uma agulha móvel (ou ponteiro) indica, de acordo com sua posição no dial, a freqüência sintonizada e, portanto, a estação escolhida pelo ouvinte. Dial também pode se referir, numa segunda acepção, ao dispositivo que altera a sintonia e sua marcação nesse indicador. Ou seja, pode ser o “mostrador” das estações, ou o botão que zapeia as estações do seu rádio.

Como palavra já dicionarizada em Português,
dial possui uma pronúncia própria em nossa língua e seu plural, por consequência, é “diais”. No entanto, ainda é comum escutarmos este substantivo sendo pronunciado como em inglês (“dai-au”).

ESTÚDIO
O substantivo masculino
estúdio chegou ao português pelo inglêsstudio, com origem no latim studium. Em um contexto geral, corresponde ao local em que um artista desempenha seu trabalho, com equipamento e estrutura adequados para a realização do mesmo.

SINTONIA
O substantivo feminino
sintonia, do grego syntonia, expressa a noção de harmonia, reciprocidade entre seres e/ou coisas. No contexto radiofônico, designa a correspondência de um receptor (o rádio) a um emissor, ou seja, a estação.

RADIODIFUSÃO
A palavra
radiodifusão pode se referir a dois aspectos da transmissão radiofônica. O primeiro é o aspecto literal, relacionado à difusão dos sinais de rádio por ondas radioelétricas. Já o segundo, mais ligado à mensagem veiculada, diz respeito à ação de difundir programas, sejam eles de música, humor, auto-ajuda, cultura, entretenimento, informação etc, utilizando uma rádio como sistema de emissão.

Fonte: Blog Mídias na Educação

Nenhum comentário:

Postar um comentário