segunda-feira, 16 de agosto de 2010

II Encontro Brasileiro de Educomunicação



Entre os dias 23 e 24 de agosto de 2010, a Universidade de São Paulo (USP) realizará o II Encontro Brasileiro de Educomunicação. O objetivo é promover um diálogo entre a sociedade e a universidade sobre o perfil do profissional a ser formado pelo próximo curso de Licenciatura em Educomuncação da própria USP. O evento reunirá representantes da Unesco, de órgãos públicos, da mídia, do terceiro setor e do campo educacional.

O debate englobará cinco sub-temas: “Educomunicação no espaço das políticas públicas”; “Mídia e Tecnologia no espaço educativo: a perspectiva da Educomunicação”; “A interface comunicação e educação na universidade: pesquisa e extensão”; “O profissional da Educomunicação” e a “Licenciatura em Educomunicação”.
No painel de abertura, o diretor da área de comunicação da Unesco, Guilherme Canela, falará sobre o esforço da ONU no sentido de promover políticas públicas em favor da convivência entre civilizações a partir de programas de educação para a mídia. Já o educomunicador Alexandre Sayad, do Colégio Bandeirantes e secretário executivo da uma associação de ONGs que trabalha com o conceito, explicará os motivos que levaram 3.900 escolas do ensino médio a optar pela prática educomunicativa no contexto do programa Mais Educação do MEC.

No campo da mediação tecnológica, Sonia Sette, da UFPE, coordenadora do programa Mídias na Educação, da Secretaria de Educação a Distância do MEC demonstrará como vem se implementando em todo o país a formação de professores para o uso das linguagens da comunicação em sala de aula a partir da perspectiva da educomunicação.
O tema da educação a distância será também objeto da palestra de José Augusto de Melo Neto, do Centro de Mídias na Educação do Estado do Amazonas, responsável por um dos mais premiados programas brasileiro de formação a atingir o interior da floresta amazônica levando o ensino médio a comunidades ribeirinhas e aldeias indígenas através o uso das tecnologias digitais.

O perfil do educomunicador ficará por conta de apresentações e debates sobre a atuação do profissional no espaço da mídia, tendo como referência a ação educomunicativa do Canal Futura, bem como o trabalho desenvolvido no âmbito do terceiro setor, como ocorre na Viração, revista, site e movimento social e na ONG Cidade Escola Aprendiz. O trabalho educomunicativo na universidade contemplará a produção da revista Comunicação & Educação (USP/PAULINAS). O evento finalizará suas atividades com a apresentação da proposta do novo curso, seus fundamentos, estrutura e carga horária.

Informações e inscrições:
http://www.cca.eca.usp.br/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário