segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Falta de meios de comunicação causa sintomas semelhante à abstinência de drogas, diz pesquisa

Reproduzimos abaixo notícia publicada no UOL. Você acredita que a falta de consumo de mídia pode gerar uma espécie de síndrome de abstinência? Pois é o que parece ter constatado um estudo feito pelo International Center for Media & the Public Agenda - ICMPA. Leia a notícia, mas não se contente com ela. Busque outras referências, sites e pesquisas! E fique de olho: será que você ou alguém que conhece estão exagerando na dose midiática?

Pesquisadores do ICMPA (International Center for Media & the Public Agenda) reuniram centenas de estudantes em 12 universidades do mundo e pediram para que eles não consumissem nenhum tipo de mídia no período de 24 horas. Eles não poderiam assistir televisão, ler jornais, usar o celular, internet, etc. Depois, os estudantes foram convidados a contar a experiência e declarar de qual meio de comunicação mais sentiram falta.

A televisão, de acordo com o resultado do estudo, foi o veículo mais fácil de abandonar. Já o celular, o que mais causa dependência. Um dos estudantes declarou: “Mandar mensagem para meus amigos me traz uma sensação de conforto. Quando eu fiquei sem, senti como se estivesse excluído da minha própria vida. Embora eu frequentasse para uma universidade cheia de alunos, ficar sem comunicação digital foi intolerável”. Outro participante se disse viciado em consumir mídia e admite ser um vício doentio.

Outro sintoma que os estudantes apontaram quando realizaram o experimento foi a perda da noção do tempo. “Nós não apenas encontramos sintomas psicológicos, mas também físicos”, disse Roman Gerodimos, um dos pesquisadores que conduziram o estudo no Reino Unido, ao jornal “Telegraph”. Uma das principais conclusões do estudo chamado de Unplugged foi a semelhança entre a abstinência de drogas e de conteúdo midiático.


Fonte: UOL Tecnologia

Nenhum comentário:

Postar um comentário