terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Bibliografia do Mìdias na Educação - Linha de pesquisa Educação Inclusiva, Multiculturalismo e Mídias na Educação

Veja abaixo a bibliografia sugerida pelo programa Mídias na Educação, do MEC, para seu ciclo avançado, linha de pesquisa 12: Educação Inclusiva, Multiculturalismo e Mídias na Educação.

Se você não conhece o Mídias na Educação, leia o texto oficial abaixo:
Mídias na Educação é um programa de educação a distância, com estrutura modular, que visa proporcionar formação continuada para o uso pedagógico das diferentes tecnologias da informação e da comunicação – TV e vídeo, informática, rádio e impresso. O público-alvo prioritário são os professores da educação básica.

O programa é desenvolvido pela Secretaria de Educação a Distância (Seed), em parceria com secretarias de educação e universidades públicas – responsáveis pela produção, oferta e certificação dos módulos e pela seleção e capacitação de tutores.

Entre os objetivos do programa estão: destacar as linguagens de comunicação mais adequadas aos processos de ensino e aprendizagem; incorporar programas da Seed (TV Escola, Proinfo, Rádio Escola, Rived), das instituições de ensino superior e das secretarias estaduais e municipais de educação no projeto político-pedagógico da escola e desenvolver estratégias de autoria e de formação do leitor crítico nas diferentes mídias.

Linha 12
Educação Inclusiva, Multiculturalismo e Mídias na Educação
Pesquisas e análises que enfoquem a relação entre as noções de educação inclusiva ou de
multiculturalismo na escola e as mídias na educação. Possíveis abordagens:
· Análises voltadas ao desenvolvimento de ações educativas que contemplem a Lei Nº 11.645,
de introdução da cultura afro e indígena como tema de estudo obrigatório, com o uso das
mídias (análises e propostas);
· Discussões e pesquisas sobre educação inclusiva ou abordagens de temas multiculturais com o
uso das mídias no ambiente escolar (idem);
· Estudos sobre desenvolvimento de projetos pedagógicos, favorecendo ações de educação
inclusiva ou práticas multiculturais, utilizando mídias na educação.

Bibliografia básica


  • ARANHA, M. S. F. Educação Inclusiva: transformação social ou retórica? In: OMOTE, S. (Org.) Inclusão: intenção e realidade. Marília: FUNDEPE, 2004. p. 37-60.
  • ARAUJO, L. A. D. (Coord.) Defesa dos direitos das pessoas com deficiência. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2006. 318 p.
  • BARANAUSKAS, M. C. C., et al. e-Cidadania: Sistemas e Métodos na Constituição de uma Cultura mediada por Tecnologias de Informação e Comunicação. 2007. 21 p. (Projeto de Pesquisa FAPESP-Microsoft Research) – Instituto de Computação, Universidade
    Estadual de Campinas, Campinas, 2007.
  • CAPOVILLA, F. C. Pesquisa e desenvolvimento de novos recursos tecnológicos para educação especial: boas novas para pesquisadores, clínicos, professores, pais e alunos. In. ALENCAR, E. (Org.). Tendências e desafios de Educação Especial. Brasília.
    Brasília: Secretaria de Educação Especial, 1994. p. 196-211.
  • DIAS, C. Usabilidade na web: criando portais mais acessíveis. Rio de Janeiro: Alta Books, 2003. xvi, 296 p.
  • GIL, M. E. A. Inclusão digital e inclusão social: o papel da acessibilidade. In: OMOTE, S. (Org.) Inclusão: intenção e realidade. Marília: FUNDEPE, 2004. p. 159-166.
  • GRAUPP, H.; GLADSTONE, K.; RUNDLE, C. Accessibility, usability and cognitive considerations in evaluating systems with users who are blind. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON HUMAN-COMPUTER INTERACTION, 10., 2003; Crete. Proceedings...Universal access in HCI: inclusive design in the information society. New Jersey: Lawrence Erlbaum, 2003. p. 1280-1284.
  • HULL, L. Accessibility: It’s not just for disabilities any more. Interactions, New York, v.11, n. 2, 36-41, Mar./Abr. 2004.
  • MANTOAN, M. T. E. (Org.) Caminhos pedagógicos da inclusão. São Paulo: Menmon, 2001.
  • MANTOAN, M. T. E. Inclusão escolar: o que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2003. (Cotidiano Escolar).
  • MANTOAN, M. T., BARANAUSKAS, M. C. Todos Nós – Unicamp Acessível. In: Diferentes Contextos de Educação Especial/Inclusão Social/PROESP. Santa Maria: Pallotti, 2006. p. 45-60.
  • MANZINI, E.J.; DELIBERATO, D. Comunicação alternativa - aumentativa. In: CAMPELLO, J. E., MANZINI, E. J. (Orgs.). Educação Especial. São Luís: Imprensa Universitária, 1999. 112 p. (Coleção Prata da casa, 6).
  • MARTINS, Mary Grace. Direito à educação e acessibilidade às tecnologias de informação e comunicação por alunos com deficiência. Dissertação de mestrado em Educação, FE/USP, 2010. Disponível em http://www.tfedu.com.br/Documents/webteca_dissertacaoMary.pdf. Acesso em 28/08/2010.
  • MÍDIA e deficiência. Brasília: Andi; Fundação Banco do Brasil, 2003. 184p. (Série Diversidade). Disponível em: http://www.andi.org.br/_pdfs/Midia_e_ deficiencia.pdf
  • MÍDIAS NA EDUCAÇÃO – Módulos do Programa (em especial os que discutem projetos pedagógicos). Disponíveis em: http://webeduc.mec.gov.br/midiaseducacao/index.htm. Acesso em 28/08/2010.
  • SALTO PARA O FUTURO. Currículo, relações raciais e cultura afro-brasileira. Boletim n. 20, out. 2006. Disponível em http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/175527Relraciais.pdf. Acesso em 15/09/2010.
  • SILVA, T. T. (Org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 13. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.
  • SKLIAR, C. A inclusão que é “nossa” e a diferença que é do “outro”. In: RODRIGUES, D. (Org.) Inclusão e educação: doze olhares sobre a educação inclusiva. São Paulo: Summus, 2006. p. 15-34.
  • VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

Nenhum comentário:

Postar um comentário