terça-feira, 20 de setembro de 2011

Criada a Rede LatinoAmericana de Organizações da Sociedade Civil pela Educação

                                                                                          Foto Alexandre Ondir/TPE
Por Cristiane Parente

No último dia do Congresso Internacional Educação - Uma Agenda Urgente (13 a 16/09), organizado pelo Movimento Todos pela Educação e parceiros, foi oficializada a criação da Rede LatinoAmericana de Organizações da Sociedade Civil pela Educação, com a participação de 13 países da região e apoio do BID.
A leitura da Declaração de Brasília criou oficialmente a rede, que é composta pelos seguintes parceiros:
Todos pela Educação (Brasil), , Proyecto Educar 2050 (Argentina), Empresarios por la Educación (Peru), UNidos por la EDucación (Panamá), Acción por la Educación (República Dominicana), Juntos por la Educación (Paraguai), Mexicanos Primero (México), Fundación para la Educación Ernesto Maduro Andreu (Honduras), Empresarios por la Educación (Guatemala), Fundación Empresarial para el Desarrollo EDucativo - FEPADE (El Salvador), Educación 2020 (Chile), Grupo FARO (Equador) e Empresarios por la Educación (Colombia).
Entre os princípios da rede estão: disposição para aprender; o trabalho colaborativo; Estado e a educação (acreditam que cabe ao Estado universalizar a oferta da educação como direito humano); co-responsabilidade (acreditam que a educação de qualidade é uma responsabilidade de todos e é um elemento para o desenvolvimento humano, social e econômico); participação(cidadãos devem participar das políticas de Educação de seus países e deve haver uma relação construtiva entre setor publico e privado).
Entre as linhas de ação: manter e ampliar uma rede sustentável de aprendizagem coletiva; promover cooperação regional e diálogo; identificar e registrar programas de educação; assim como compartilhar programas para mobilizar cidadãos em busca de educação de qualidade; criar e fomentar banco latinoamericano de experiências de educação de qualidade.
As 13 organizações sustentam o compromisso comum que todas as crianças e jovens tenham direito a uma educação inclusiva e de qualidade em cada um dos países e na região da América Latina. Cabe ao BID o apoio da essa rede.

Nenhum comentário:

Postar um comentário