sábado, 22 de outubro de 2011

Ismar Soares fala sobre Educomunicação em vídeo para a Aberje




No dia 20 de setembro de 2011, o professor pós-doutor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Ismar de Oliveira Soares, participou da terceira edição do projeto Aberje COMO! para falar sobre "Como educomunicar".


Compartilhamos acima esse vídeo da Aberje, que é a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial e, abaixo, o texto que foi publicado no blog da associação sobre o professor Ismar.


"Ele coordena a licenciatura de Educomunicação, que prevê formar profissionais para trabalhar em vários setores, com ênfase na interface entre mídias e educação. A nova área surgiu nos anos 60, como interface entre práticas sociais e profissionais no uso de linguagens e procedimentos comunicativos preocupados com a questão da cidadania e algumas bandeiras até então não discutidas, como a sustentabilidade e a diversidade sexual. Trata-se de um campo de agir profissional, agora com base acadêmica organizada para uma gestão especial dos processos de comunicação e sua relação com a sociedade e o mundo. Soares ainda fala no vídeo sobre esta nova geração que intensifica o uso de tecnologias e linguagens para estabelecer relacionamentos e como a educomunicação pode contribuir nesta aprendizagem e melhor uso.


Promoveu, em 2002, o Projeto Educom.TV (curso on line para dois mil professores do Estado de São Paulo, sobre o emprego da linguagem audiovisual na escola, sob a perspectiva da educomunicação), bem como, entre 2001 e 2004, o Projeto Educom.rádio (formação de 11 mil professores e alunos da rede municipal de ensino de São Paulo, para o uso educomunicativo da linguagem radiofônica no espaço escolar). Entre 2001 e 2009, foi presidente da Union Catholique Internationale de la Presse/UCIP, com sede em Genebra/Suíça. Atualmente, é avalista de projetos de pesquisa da FAPESP, na área da Educomunicação, professor titular da USP, membro de Comitê Gestor da Lei Educom da Prefeitura do Munícipio de São Paulo, Supervisor do Projeto Mídias na Educação do Ministério da Educação e vice-presidente do World Council for Media Education, com sede em Madrid/Espanha".
Fonte: Aberje - Associação Brasilera de Comunicação Empresarial/A câmera e a edição do vídeo são de Emiliana Pomarico Ribeiro com coordenação de Paulo Nassar. (Dica de Antonia Alves e Eca/USP)

Um comentário:

  1. Meu projeto faz parte do Projeto da Prefeitura a qual ele prestou consultoria: http://jornalnaescola.ning.com.
    Eu apoio a Educomunicação na EMEF Prof Marlene Rondelli. Veja os resultados no site e ajude-nos a melhorar deixando seus comentários.
    Obrigada
    Solange Corregio

    ResponderExcluir