quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

18º Congresso de Leitura do Brasil com inscrições abertas



O 18º Congresso de Leitura do Brasil (Cole) acontece na Unicamp, em Campinas/SP, entre os dias 16 e 20 de julho com o tema "O mundo grita. Escuta?".

Com este tema, pretende-se o entrelace de diferentes linguagens, variadas formas de expressão, superfícies múltiplas que se movimentam e se tocam.

Gritos que soam em dinâmicas e criações de linguagens que leem o mundo: as postagens – cartas, telegramas, cartões postais, torpedos...; as artes – fotografia, música, literatura, teatro, dança, cinema, instalações...; as formas de vida – da infância, da loucura, da velhice, da juventude, da resistência, das relações socioculturais...; as dobras da língua portuguesa – atravessamentos subjetivos, polissêmicos, polifônicos, políticos...  Potências do fragmento, da sonoridade, da imagem, da territorialidade, da temporalidade... Potências plurais e singulares, vacúolos e sem-sentidos, contracombates à homogeneização na escuta do mundo. Como gritam?
As inscrições para apresentação de trabalho e para demais categorias de participação começam no dia21 de novembro/2011 e seguem até o final de fevereiro/2012.
Apenas os associados da ALB poderão apresentar trabalhos nesse COLE. Para mais informações sobre associação e sobre o COLE: http://alb.com.br/associe-se ehttp://www.18cole.com.br

Informações sobre submissão de trabalhos
No 18o. Congresso de Leitura do Brasil (Cole), a submissão de trabalhos para apresentação na forma de comunicação oral e/ou em outras linguagens dar-se-á a partir da escolha de uma linha que é derivada da temática do evento: O mundo grita. Escuta?

São seis linhas definidas previamente e uma “em aberto”: outros gritos.
Esclarecemos que a pertinência à linha temática não será critério de avaliação dos textos enviados ao comitê científico.

1. Entrelace de diferentes linguagens
Comunicações orais e em outras linguagens que busquem apresentar experiências, pesquisas, criações e estudos descritivos, analíticos e interpretativos a respeito da leitura entrecruzando-se por diferentes linguagens.

2. Dinâmicas e criações de linguagens que leem o mundo
Comunicações orais e em outras linguagens que busquem apresentar experiências, pesquisas, criações e estudos descritivos, analíticos e interpretativos a respeito da leitura que apresenta o mundo em suas dinâmicas (sociais, culturais e da imaginação/invenção) e que o (re) cria.

3. Contracombates à homogeneização na escuta do mundo
Comunicações orais e em outras linguagens que busquem apresentar experiências, pesquisas, criações e estudos descritivos, analíticos e interpretativos a respeito da leitura como proposta de abertura às práticas homogeneizadoras e a favor de escutas diversas, de resistência, de contracombate e plurais que conferem sentidos ao mundo.

4. Dobras da língua portuguesa
Comunicações orais e em outras linguagens que busquem apresentar experiências, pesquisas, criações e estudos descritivos, analíticos e interpretativos a respeito da leitura em contextos da variação e pluralidade das línguas portuguesas.

5. 'Sem sentido’ do mundo
Comunicações orais e em outras linguagens que busquem apresentar experiências, pesquisas, criações e estudos descritivos, analíticos e interpretativos a respeito da leitura dimensionada no jogo de variação dos sentidos e significações mais comuns e estáveis do mundo.

6. Fragmentos espaçotemporais
Comunicações orais e em outras linguagens que busquem apresentar experiências, pesquisas, criações e estudos descritivos, analíticos e interpretativos a respeito da leitura que é expressa em/por/através de fragmentos da palavra, imagem, corporeidade e demais substratos que adensam espaço e tempo.

7. Outros gritos


Obs: O VI Seminário O Professor e A Leitura de Jornal, com o tema "Redes e Interatividade" acontece uma semana antes do COLE, nos dias 12 e 13 de julho, também na Unicamp, numa realização da Associação de Leitura do Brasil (ALB), Grupo RAC e Programa Jornal e Educação/Associação Nacional de Jornais. Em breve divulgaremos a programação.


Fonte: ALB - Associação de Leitura do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário