terça-feira, 17 de abril de 2012

ANDI Comunicação e Direitos promove seminário DIREITOS EM PAUTA: Imprensa, Agenda Social e Adolescentes em Conflito com a Lei


ANDI Comunicação e Direitos e Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com patrocínio da Petrobras e apoio do Instituto Camargo Corrêa, promovem nos dias 23 a 25 de maio o Seminário DIREITOS EM PAUTA: Imprensa, Agenda Social e Adolescentes em Conflito com a Lei, em Brasília.

O evento reunirá algumas das maiores referências do jornalismo, da produção de conhecimento sobre direitos humanos e formulação de políticas públicas do Brasil e da América Latina para lançar luz sobre uma questão crucial para nosso País: como qualificar o debate público acerca do enfrentamento das desigualdades sociais e da inserção social dos adolescentes envolvidos em ato infracional. 

A temática, que é bastante polêmica, enfrenta dificuldades para um debate qualificado na esfera pública mídia. O evento, portanto, é uma oportunidade de troca de experiências e busca de indicadores e parâmetros para a construção de um noticiário ético, pautado pela investigação das políticas de atendimento a esses segmentos.

Entre as personalidades convidadas para compartilhar sua visão sobre a temática, o seminário conta com Caco Barcellos, Oscar Vilhena Vieira, Gilberto Dimenstein, Leoberto Brancher, Mauri Konig, Rosa Maria Ortiz, Marcelo Canellas, Carmem Oliveira, Eliane Trindade, Conceição Paganelle e Ricardo Noblat.

A programação inclui palestras, rodas de debate, grupos de trabalho, lançamentos de publicações, exposição de fotos e cerimônia de diplomação de 20 novos "Jornalistas Amigos da Criança". 

Lançamentos
Entre os documentos a serem lançados estão o manual "Adolescentes em conflito com a lei: Guia de referência para a cobertura jornalística" e o estudo "Direitos em Pauta: Imprensa, agenda social e adolescentes em conflito com a lei – uma análise da cobertura de 54 jornais brasileiros entre 2006 e 2010”.

Este último documento, além de oferecer uma radiografia detalhada do tratamento editorial dedicado ao tema, traz também análises sobre três aspectos específicos do noticiário: a cobertura do chamado “caso João Hélio” (2007), o conteúdo dos textos de opinião (editoriais, artigos assinados, entrevistas) e os principais argumentos utilizados pelos senadores e deputados federais quando ouvidos pelos repórteres sobre projetos de lei relacionados ao adolescente em conflito com a lei. 

Informações e Inscrições
As inscrições vão até 29 de abril pelo site www.direitosempauta.andi.org.br 
O evento receberá 240 participantes, entre atores da sociedade civil organizada; representantes do poder público e organizações internacionais; membros da academia e jornalistas/comunicadores, previamente convidados pela ANDI.
Além deles, foram reservadas 80 vagas para demais interessados na temática. O processo de seleção prevê o preenchimento de formulário eletrônico disponível em www.direitosempauta.andi.org.br. As inscrições estão abertas até o dia 29 de abril.

Jornalista Amigo(a) da Criança
No dia da abertura do evento 20 profissionais de vários estados brasileiros receberão o título de "Jornalista Amigo da Criança". Criado em 1997, o diploma já foi concedido a 346 profissionais – há cinco anos não ocorre nova titulação. Oferecido pela ANDI e pela Petrobras, a titulação é uma forma de reconhecer jornalistas que trabalham pautados pelo forte compromisso com a ética e com a cobertura da agenda social brasileira.

Fonte: ANDI

Nenhum comentário:

Postar um comentário