quarta-feira, 27 de junho de 2012

Formando narradores

Divulgação /
Por Cristiane Parente
Milhares de crianças, adolescentes e jovens brasileiros estão experimentando o prazer de aliar mídia e educação em escolas públicas, particulares e ongs. Além de possibilitarem o exercício da autoria, essas experiências estão trabalhando o prazer da leitura, a compreensão crítica da mídia e ajudando esse público a pensar a comunicação além da mera transmissão de informação, e sim como possibilidade de transformação e desenvolvimento.
No projeto Imprensa Jovem/ Nas Ondas do Rádio (NCE/USP), por exemplo, alunos da rede municipal de São Paulo, supervisionados por educadores, fazem a cobertura jornalística de acontecimentos dentro e fora do ambiente escolar. Saem pela cidade descobrindo personagens, histórias, pensando o ato de comunicar. Semana após semana encontram motivos para atualizarem-se sobre o lugar em que vivem, melhorarem suas atitudes como pessoas e fazerem a diferença.
Em projetos da Cipó Comunicação Interativa, da Bahia, adolescentes e jovens discutem planos de comunicação para aplicar em suas comunidades e resolver problemas locais. Falam sobre orçamento e questões como identidade, preconceito, oportunidades de trabalho e melhoria no fluxo de comunicação entre os moradores.
“Dante em foco: Jornalismo e educação dão o que falar, escrever, filmar" é o nome do projeto desenvolvido pela Escola Dante Alighieri, de São Paulo, que estimula a autoria dos alunos a partir de workshops de jornalismo. Os alunos também analisam jornais, revistas, produzem notícias e fazem a cobertura jornalística de eventos do colégio para a webtv da escola, além de divulgarem as matérias em blogs e redes sociais.
Além dessas e de muitas outras experiências, que possuem como carro chefe a autoria e a busca da transformação e do desenvolvimento, podemos citar também o Programa Jornal e Educação da Associação Nacional de Jornais - ANJ, maior programa privado de uso de jornais da grande mídia nas escolas.
Ao todo, cerca de 50 programas desenvolvidos pela mídia impressa brasileira enviam exemplares de jornais para as escolas. A maioria oferece formação para educadores e edita material pedagógico para os mesmos Muitos possibilitam ainda contato de alunos e professores com profissionais da imprensa, disponibilizam espaços editoriais para educadores compartilharem suas experiências e educandos suas produções, além de estimularem a criação de jornais escolares e a leitura crítica das informações e mensagens da mídia e do mundo. Em 2011 estima-se que mais de 2,5 milhões de estudantes tenham se beneficiado do trabalho com jornal em sala de aula.
O que essas experiências têm em comum?
A partir da democratização da informação, do conhecimento do poder da comunicação e do processo de funcionamento dos meios e de como representam a realidade, essas experiências tem estimulado que os jovens sejam mais críticos em relação às mensagens que recebem diariamente; que passem a conhecer-se melhor, a conhecer a realidade em que vivem e, a partir daí, tenham ferramentas para transformarem-na.
Mais que isso! Quando suas escolas encaram a informação como um direito, assim como exposto no artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, esses jovens passam a ter uma relação diferenciada com a informação, vista como uma possibilidade de acesso à cidadania.
Por isso a importância de uma escola e de um educador que ajudem o aluno a estar sempre pronto a conhecer, a aprender, a fazer as perguntas corretas que o levarão a encontrar as respostas que ele precisa, em qualquer momento de sua vida. Da mesma maneira, uma escola que possa proporcionar a seus alunos ferramentas para que eles possam ser produtores culturais, leitores-autores de informações e mensagens do mundo, narradores de suas próprias histórias num mundo com tantas vozes.
 Cristiane Parente  é jornalista, educomunicadora, blogueira, membro da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação – ABPEducom, coordenadora do Programa Jornal e Educação – ANJ.
Fonte: Blog Educação & Mídia (http://www.gazetadopovo.com.br/blog/educacao-midia/?id=1254620&tit=formando-narradores) - Artigo original publicado na revista Vida e Educação

Nenhum comentário:

Postar um comentário