terça-feira, 11 de junho de 2013

Educomunicadores da USP dialogam com colegas portugueses na Universidade do Minho



Por Clarisse Pessôa (Portugal) e Paola Prandini (Brasil)
No dia 1º de junho, na Universidade do Minho, em Portugal, foi realizado o Seminário “Educomunicação: Diálogos Luso-Brasileiros”, a fim de promover o debate acerca da Educomunicação nos contextos português e brasileiro.
A iniciativa, decorrida no âmbito do Seminário Permanente de Educação para os Media, do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) de Portugal, contou com a presença do Prof. Dr. Ismar Oliveira Soares, do Núcleo de Comunicação e Educação da ECA-USP, bem como da Profª Drª Maria Cristina Palma Mungioli, que leciona diferentes disciplinas na Licenciatura em Educomunicação da USP, juntamente com a Mestranda e educomunicadora Paola Prandini, integrante do PPGCOM-USP.
Num tom informal, o debate girou em torno da perspectiva da Educação e da Comunicação, na realidade brasileira e da Educação para os Media, no contexto português. Ressalta-se o esclarecimento de Soares sobre o conceito de Educomunicação nas vertentes cultural, moral e dialética e o relato acerca das mudanças geradas nas políticas públicas com vista em enquadrar a figura do Educomunicador ao contexto escolar.
Já o Prof. Dr. Manuel Pinto, da Universidade do Minho, foi igualmente esclarecedor, pois forneceu um panorama histórico da comunicação em Portugal, mostrando os efeitos da ditadura no desenvolvimento da cultura e na propagação da informação pelo país, enfatizando a Educação para o Media como ferramenta fundamental para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, tanto em nível social, como também econômico.
O encontro proporcionou um acordo mútuo que permite o intercâmbio acadêmico entre o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade e o Núcleo de Comunicação e Educação, possibilidade que está sendo encaminhada pelos representantes de cada grupo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário