segunda-feira, 29 de julho de 2013

Livro agora dá em árvore




Uma espécie de “pé de livro” em pleno Jardim Botânico. A criativa ideia parte do princípio de que os livros crescem e ficam pendurados nas árvores, como se fossem frutos. Quem está à frente da iniciativa são os  Jardineiros do Planeta, movimento formado por funcionários do Jardim Botânico de Brasília (JBB) e pela comunidade, que desenvolveram o projeto   Jardim da Leitura.

O objetivo é fazer com o que o visitante se sensibilize com as questões ambientais, por meio de um espaço onde pais e filhos possam usufruir de boa leitura ao ar livre e recuperar a prática de contar histórias. O espaço é próximo à Biblioteca da Natureza.

Resgate
Na análise do grupo, com a facilidade do acesso à internet e outros meios tecnológicos, crianças e jovens têm perdido o hábito de leitura. “O projeto em questão foi desenvolvido com a finalidade de recuperar esse costume. Afinal, sabemos que a leitura contribui para o desenvolvimento da imaginação e da criatividade dos pequenos”, afirma Sérgio Monroe, um dos coordenadores do movimento.

O espaço disponibiliza mesas e bancos localizados à sombra das árvores. “Queremos que o pequeno leitor veja os livros pendurados como se fossem frutos prontos para serem colhidos e saboreados”, explica.  A cerimônia de lançamento contou com a participação de contadores de histórias e lanche coletivo.

Interação em família
Muitos dos frequentadores do parque também aproveitaram para ler ao ar livre. Como é o caso da família Compan. Marcelo, 40 anos, trouxe a esposa e os filhos para desfrutar a iniciativa. “É um consenso de toda a família estar envolvido nas questões ambientais. Este contato com a natureza é importante e, além de nos acalmar, também nos ensina muitas coisas”, explica. Já a esposa, Katarina, 37 anos, fez questão de destacar o gosto pelos livros. “Se ler já é bom, imagine ao som da natureza. Tem sido um dia maravilhoso”, conta.

Quem esteve presente   participou   de sorteios de camisetas e de distribuição de lembranças produzidas pela Educação Ambiental do JBB.

Hábito passado de mãe para filha
Segundo os organizadores, o Jardim da Leitura visa sensibilizar o visitante do Jardim Botânico para as questões ambientais.

Mariana Monteiro, 32 anos, é mãe da pequena Marina, 4, que se encantou com o evento, embora ainda não saiba ler. Para a mãe, a satisfação em poder apresentar a literatura à filha, em contato direto com a natureza, é imensa. “Ela já fez muitas pinturas, amamos a ideia. Fiquei sabendo pela internet e fiz questão de comparecer. Acho muito importante repassar esses valores às gerações futuras”, conta.

Preservação
O Jardineiros do Planeta é um movimento sem fins lucrativos voltado à preservação do meio ambiente, atuando principalmente na promoção do conhecimento sobre o bioma Cerrado, plantios e recuperação de áreas degradadas, e reutilização de materiais descartados.

Saiba Mais
O Jardim de Leitura fica aberto durante os fins de semana, das 9h às 17h, no Jardim Botânico, no Lago Sul.

Para a execução do projeto, foi criado um espaço embaixo de árvores, com mesa de carretel e bancos elaborados a partir de troncos de pinheiros. Os livros ficam suspensos em árvores por fios de náilon, o que permite que os visitantes os manuseiem com facilidade.

O grupo dos Jardineiros do Planeta promove ainda uma série de atividades voltadas para o conhecimento do ambiente, a mudança do comportamento em relação ao uso dos recursos naturais, os cuidados com o meio ambiente e a mudança de padrões de consumo – de forma a contribuir para resgatar a relação harmoniosa entre o homem e o seu meio ambiente.

Ajude o movimento por meio dos projetos e vendas de camisetas. Contatos: (61) 8170-3857 e 8536-5472. Fonte: Jornal de Brasília - 29/07/2013 - Soraya Sobreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário