sexta-feira, 2 de agosto de 2013

"Educomunicação, Redes Sociais e Interatividade" reúne comunicações apresentadas no 6º Seminário Nacional "O Professor e a Leitura do Jornal"


O livro Educomunicação, Redes Sociais e Interatividade, organizado por Cecília Pavani, Cristiane Parente e Fabiano Ormaneze e editado pela Editora Leitura Crítica, reúne artigos produzidos a partir das comunicações apresentadas no 6º Seminário Nacional "O Professor e a Leitura do Jornal", realizado em julho de 2012, na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp/SP), tendo como tema "Redes Sociais e Interatividades".
Promovido pelo Grupo RAC (Projeto Correio Escola Multimídia), pelo Programa Jornal e Educação da Associação Nacional de Jornais (ANJ) e pela Associação de Leitura do Brasil (ALB), o evento estabeleceu como principal objetivo discutir a relação entre as diversas mídias e a sua utilização no ambiente escolar. Mais especificamente, a proposta foi a de realizar uma discussão em que o jornal impresso pudesse ser colocado no mesmo nível das diferentes mídias e dos processos pedagógicos na sociedade contemporânea. Além disso, procurou-se incentivar o debate sobre a compreensão dos conteúdos e dos modos de produção, veiculação e recepção das informações midiáticas nos vários espaços socioeducativos.
Como a democracia nos meios de comunicação pressupõe a produção de material midiático e a pesquisa sobre os seus efeitos na sociedade, o seminário também pretendeu estimular a produção e o intercâmbio de resultados de levantamentos e experiências que tivessem como foco os aspectos relacionados ao tema proposto. E como ainda pretendia sair do espaço propriamente acadêmico, o seminário contou, inclusive, com oficinas para a formação continuada dos participantes.
Artigos
Entre os autores que possuem artigos no livro está a professora da Faculdade de Comunicação da UnB, Thaïs de Mendonça Jorge, que faz um percurso pela história da imprensa e a trajetória da notícia desde a idade da pedra às novas tecnologias. O Cyberbulling e a cidadania na internet são temas do artigo da professora Suely Galli Soares. A jornalista e professora Cristiane Parente, doutoranda em Comunicação na Universidade do Minho (Portugal),  fala da formação de leitores-autores e do sujeito da aprendizagem a partir do uso do jornal na sala de aula.
A professora Fabiana Miranda trata do cinema, produção de vídeo na escola e ensino do audiovisual. O jornalista Alexandre Le Voci Sayad compartilha a experiência do projeto educomunicativo Idade Mídia, em funcionamento há 11 anos no Colégio Bandeirantes, em São Paulo. A relação entre jornal e educação é tratada por Cecília Pavani e Fabiano Ormaneze, que contam a experiência do Correio Escola Multimídia.
Também jornalista e professora, Ayne Salviano mostra a relação entre o “civic journalism” e a educomunicação como um exercício de responsabilidade social e cidadania. Leitura, mídia e tecnologias são assuntos do artigo das professoras Ângela Junker e Elizena Cortez, que discutem a emissão e a recepção. Darlene Teixeira e Kyldes Batista analisam a educação e a tecnologia como fatores para interação nas redes sociais. Eliane Lucy e Paulo César de Campos, professores, mostram a experiência de interatividade de uma escola municipal de São Paulo, a partir da internet e das redes sociais e, por fim, o presidente da Associação de Leitura do Brasil, Antonio Carlos Amorim, escreve um posfácio estimulando a reflexão sobre os textos do livro, sobre estética, educação, comunicação...educomunicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário