sábado, 28 de setembro de 2013

Conceito de Educomunicação do NCE/ECA/USP é objeto de pesquisas na Inglaterra e Itália

Pesquisas acadêmicas que estão sendo desenvolvidas na Europa abordam o conceito de Educomunicação na Inglaterra e na Itália. As pesquisas tomaram como referência os estudos do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE-USP) que têm como principal pesquisador, o coordenador do NCE, professor Ismar de Oliveira Soares, responsável pela identificação desse novo campo do conhecimento.

A pesquisa do Ricardo Canavezzi Castellini da Silva elucida as diferenças entre o conceito de Media Education e Educomunicação. Outras duas brasileiras que pesquisaram a temática são Daniela Moreira e Maria Célia Giudicissi Rehder. Ainda da América Latina, destaca-se a pesquisa de doutorado do salesiano do Paraguai Claudio Arévalos Coronel defendida em Roma sobre uma proposta de Educomunicação para o ambiente salesiano latino-americano.

Deram continuidade às suas pesquisas no Brasil, a britânica Beth Titchiner da
Univesity of London e a italiana Isabela Bruni que tiveram como objeto de pesquisa o Programa Nas Ondas do Rádio e o projeto Educom.rádio da Prefeitura de São Paulo, respectivamente. 

Londres: a Educomunicação na perspectiva dos Estudos Culturais

O pesquisador brasileiro Ricardo Canavezzi Castellini da Silva acaba de defender dissertação de mestrado junto  ao Institute of Education da University of London, tendo como título: Bringing education and communication together in order to transform the school: the educommunication experience in Brazil and some thoughts on media and cultural studies.

A dissertação busca elucidar as diferenças entre o conceito de “Media Education”, vigente na Europa, e o paradigma presente no termo “Educommunication”, proposto pelo NCE - Núcleo de Comunicação e Educação da USP, no Brasil. Ao final, chega à conclusão de que  a Educomunicação se constitui, efetivamente, num campo diferenciado na interface comunicação/educação, traduzindo para o âmbito das relações entre as áreas da comunicação e a da educação, os princípios que deram suporte aos Estudos Culturais ingleses.

Problemas da pesquisa
A pesquisa assumiu como questões para análise um conjunto de perguntas, tais como:
- How can educommunication theories and practices contribute to the current debates about educational reform? (Podem as teorias e as práticas da educomunicação contribuir com os debates contemporâneos em torno da reforma educacional?)

- How can we characterize the dialogical relation between educommunication and media education? (Como podemos caracterizar o diálogo entre a educomunicação e a área da mídiaeducação?)

- In what ways does educommunication address questions related to cultural studies? (Em que condições e contextos a educomunicação vem focando as questões relacionadas aos estudos culturais?)

- In terms of theory, what are the cultural and communicative elements present in the educommunication field that effectively provide a different view to educational debates? (Em termos teóricos, quais são os elementos culturais e comunicativos próprios do campo da educomunicação que efetivamente contribuem, de forma diferenciada, para o debate educacional?).

Uma verdadeira revolução!

Para desenvolver seu trabalho, o autor se apoderou da literatura sobre os estudos culturais, a mídiaeducação e a educomunicação, levantando os conceitos básicos de cada área do conhecimento.

Para trabalhar o campo da educomunicação, o pesquisador partiu dos estudos do NCE/USP, publicados no final dos anos de 1990, visitando, ademais, os trabalhos produzidos pela escola latino-americana (notadamente Jesus Martín Barbero, Mario Kaplún e Ismar Soares), além de dialogar com o jornalista Alexandre Sayad, coordenador executivo da Rede CEP. Como  trabalho de campo, tomou como amostragem escolas públicas e privadas da cidade de São Paulo que adotam o conceito  e implementam sua prática.

Ricardo finaliza seu trabalho, afirmando: It’s not about change, it’s about revolution! (Não se trata de inovações, mas de uma verdadeira revolução!).

Textualmente:

To bring education and communication together means making sense of how meaning is created and social relations are formed, thus expanding the possibilities of interpretation of the reality and allowing a new and more complete way to experience the world. It means, as educommunication suggests, understanding that education is, first of all, an action of communication, based on continuous dialogue, freedom of speech and comprehension of media processes, so that people can make sense of their own culture always accepting and respecting other people’s culture. It means that the school needs to be transformed into something else, something new, free from the conservative shackles that have held it back for so long. It’s not about change, it’s about revolution!

Educomunicação, na London    School    of    Economics
Ricardo Castellini não é o único pesquisador que produziu tese sobre a educomunicação, em Londres. Em 2010, Daniela Moreira defendeu uma dissertação junto ao Department    of  Media    and   Communications,  da  London    School    of    Economics, com o título:  Educommunication: addressing school challenges in Brazil through media education.

Outra pesquisadora vinculada à Univesity of London finaliza pesquisa sobre o tema. Trata-se de Beth Titchiner, cujo objeto é o Programa Nas Ondas do Rádio da Prefeitura de São Paulo. Perguntada sobre o objeto de sua pesquisa, Titchiner afirmou: A minha pesquisa trata das experiências de alunos e docentes da rede municipal de educacão em escolas que fazem parte do Programa Nas Ondas, e tenho interesse especifico nas temas de 'identidades', 'poderes', e 'saberes' do ponto de vista de alunos e docentes frente à experiência das mudancas nos ambientes educativas e comunicativas no seculo XXI.

Durante sua estadia em São Paulo, em 2012, a pesquisadora entrou em contato com a coordenação do  NCE e frequentou, como aluna ouvinte, disciplinas do PPGCOM, entrevistando pesquisadores da ECA envolvida com o mesmo objeto.

Pesquisas do NCE, base de estudos em Roma e Pádoa

Em 2010,  Iabella Bruni , estudante da Università La Sapienza, de Roma publicou o livro L´ Educomunicazione brasiliana sulle onde della radio, tendo tomando como referência o Projeto Educom.Rádio, implantado pelo NCE na rede pública de educação do município de São Paulo.

Claudio Coronel em visita à USP conforme matéria no CCA.ECA.USP.BR

Em 2012, coube a Claudio Arévalos Coronel defender a tese doutoral intitulada “Análisis de la interrelación Educación y Comunicación en vista a una propuesta de Educomunicación para el ambiente escolar salesiano latinoamericano". O trabalho, baseado nos estudos do Prof. Ismar de Oliveira Soares foi apresentado à Universidade Pontifícia Salesiana de Roma.

Maria Rehder e Hércules Barros com o documento de direitos humanos do continente Africano em mãos durante formação realizada no Kenya em Novembro de 2012
Foto do blog educomusp.wordpress com a história de Maria Redher

Em 2013, foi a vez da brasileira  Maria Célia Giudicissi Rehderdefender sua dissertação intitulada An Educommunicat ion-based approach for the rights of the child: Responding to the challenge of implementing article 12 of the CRC in Guinea-Bissau. O trabalho foi apresentado ao European Master´s Degreee in Human Rights and Democratisation, mantido pela ONU junto à Università degli Studi de Padova, Itália. Rehder é colaboradora do NCE/USP, tendo implantado a prática educomunicativa na África emprograma patrocinado pelas Nações Unidas.(Fonte: APBEducom)

Um comentário:

  1. Boa Noite!
    Faço parte dos Educadores Multiplicadores e vim aqui visitar o seu Blog e achei tudo muito interessante. Parabéns! Já estou te seguindo.
    Aguardo a sua visita.
    http://professoracleides.blogspot.com.br/
    http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir