segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Observatório de projetos e políticas de leitura

Por Lucia Penteado
Pesquisadora de Políticas, Programas e Projetos de Leitura do iiLer / Cátedra UNESCO de Leitura
Um lugar em que podemos observar e estudar um determinado tema ou fenômeno no tempo e no espaço. Apesar de simples, essa é uma definição de Observatório que pode ser aplicada em várias áreas de interesse. O campo da leitura e da formação de leitores é uma delas. Com essa intenção e perspectiva, a Cátedra Unesco de Leitura da PUC-Rio está criando o Observatório de Projetos e Políticas de Leitura no Brasil e na América Latina: um espaço dinâmico, de convergência de informações e interações pessoais, que estimula a reflexão e o diálogo permanentes, em torno de diversas ações de incentivo à leitura no Brasil e demais países da América Latina.
Que projetos estão sendo desenvolvidos? Onde podemos localizá-los? Quais iniciativas podem ser consideradas casos de sucesso? Quem está pesquisando sobre determinado assunto? No Observatório, respostas e informações sobre essas e outras questões estão organizadas e sistematizadas com o objetivo de auxiliar pesquisadores e professores na área de leitura, por meio de análises e discussões que contribuam para decisões e ações no campo da leitura e da formação de leitores. Sua estrutura foi desenvolvida para oferecer visibilidade aos projetos, programas e políticas de leitura, divulgar exemplos bem sucedidos como fonte de inspiração para outras iniciativas, bem como eventos e notícias relacionados ao tema. Possuindo uma rede de comunicação como base de sua estrutura, o Observatório alimentará e será alimentado por várias pessoas e instituições, articulando especialistas, gestores e mediadores.
Como exemplo, podem ser citadas fontes públicas nacionais e internacionais, como Ministério da Cultura, Biblioteca Nacional, Ministério da Educação, Unesco, IFLA, CERLALC, todos com atuação central para o desenvolvimento da leitura na América Latina, além de iniciativas do terceiro setor e do setor privado, como Itaú Cultural, Instituto Votorantim, Natura, entre outras.
Vale ressaltar que várias ações desenvolvidas pela equipe da Cátedra também serão utilizadas como fontes importantes para o Observatório, tais como os projetos Viva Leitura e Serra Viva. O papel dos especialistas, com análises em diversas áreas de interesse no âmbito da leitura, será fundamental para garantir o dinamismo e a visão ampla e multidisciplinar desse ambiente.
O Observatório funcionará por meio de uma plataforma de consulta e diálogo dentro do portal da Cátedra, com as seguintes áreas: link de cada projeto, programa e política, contatos, documentação, análises, opiniões, pesquisas, artigos e fóruns. Em um primeiro momento, o trabalho do Observatório terá como foco o Brasil, oferecendo um banco de dados sobre projetos e políticas públicas de leitura existentes e com histórico de continuidade. Ao avançarmos na construção deste observatório, trabalharemos com informações sobre outros países da América Latina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário