quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Livro oferece dicas de pesquisa para doutorandos em ciências humanas


“A experiência não é o que nos acontece, mas antes aquilo que fazemos com o que nos acontece” (Adous Huxley)

Quando nos propomos o desafio de um doutorado entramos por um caminho com poucas certezas e muitas questões a serem respondidas. A experiência vivida por cinco ex-orientandos do professor catedrático da Universidade do Minho, Manuel Pinto, gerou o simpático livro de bolso “Dicas para Investigar em Ciências Sociais e Humanas”.

Não se trata de um manual ou um guia, mas como o próprio título diz uma série de dicas, como se os autores estivessem a seu lado batendo um descontraído papo e por experiência própria indicando os caminhos e atalhos que fizeram mais sentido para eles naqueles momentos em que a travessia pelo caminho do doutorado parece um imenso deserto.

O livro é dividido em seis partes: Interrogar, Explorar, Situar, Descobrir, Prevenir e Viver, com dicas que vão de comportamentos a softwares. O texto é construído como uma reunião de mensagens do twitter. Curto e objetivo. Funcional. Os autores (Alberto Sá, Luís Pereira, Luis António Santos, Pedro Portela e Sandra Marinho) recorreram inclusive a Tags (palavras chaves) para facilitar futuras pesquisas. E a ideia é que o livro não termine nesta edição, e que futuros doutorandos possam contribuir também com suas dicas a partir do e-mail 112i@gmail.com e do blog 112i.wordpress.com.

Serviço
Título: +112i - Dicas para Investigar em Ciências Sociais e Humanas
Autores: Alberto Sá, Luís Pereira, Luis António Santos, Pedro Portela e Sandra Marinho
Prefácio de Manuel Pinto
Edições Húmus

Nenhum comentário:

Postar um comentário