quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

A fotografia da crise...



André Pais, 21 anos, mostra na série fotográfica "Imóveis da Banca", residências em Portugal deixadas pelos seus donos por causa da crise. São retratos melancólicos de lugares cheios de alma, que tiveram de ser deixados pra trás.
Para ver as fotos, acesse: http://www.behance.net/gallery/Imoveis-da-Banca/5715963





"Imóveis da Banca" é uma "consequência da crise económica e social" que o país atravessa. É também o projecto fotográfico de André Pais, 21 anos, de Almada. Trata-se de um álbum de recordações abandonado à pressa. As dificuldades financeiras chegaram de rompante e as famílias portuguesas deixaram para trás parte das suas vidas. "Devido aos despedimentos, cortes nos subsídios e aumento do custo de vida, muitas famílias declararam insolvência. Segundo dados do Ministério da Justiça, no primeiro trimestre de 2013, seriam 28 famílias por dia", justifica ao P3 André, licenciado em Arte Multimédia, (especialização em fotografia), pela faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. "O mercado imobiliário assistiu nos últimos tempos a uma 'inundação' dos chamados 'Imóveis de Banco' (casas de pessoas que já não podiam pagar o empréstimo ficando o banco com a posse das propriedades). O meu trabalho consiste, portanto, em fotografar o interior destas casas e o que as pessoas deixaram para trás. Quis registar as marcas das pessoas que lá viveram, as marcas do tempo que entretanto passou". 
Fonte: Público http://p3.publico.pt/node/10403 - 14/01/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário