Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Quando a arte ajuda a refletir sobre a vida...

Imagem
Em visita a Berlim, no início do ano, pude ver uma exposição de pinturas de crianças alemãs produzidas antes e depois da queda do Muro. Vale a pena ver e refletir!!!




Abap divulga carta com posicionamento sobre publicidade infantil

A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) divulgou nesta sexta-feira, 27, carta que detalha os principais posicionamentos da entidade a respeito da publicidade voltada ao público infantil. A “Carta de Fortaleza”, apresentada durante a reunião nacional da Abap, defende, entre outros princípios, que a proteção da criança, no que se refere ao uso da mídia publicitária, está contemplada na Constituição Federal, no Código de Defesa do Consumidor e no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária.

Leia a carta na íntegra:

"Carta de Fortaleza

A Abap, Associação Brasileira das Agências de Publicidade, diante da disseminação de conceitos, oriundos de setores pontuais, porém movidos por uma determinação afeita às organizações de vocação absolutista, e que buscam relacionar a imagem da atividade publicitária à ameaças à proteção criança, declara:

* que a proteção da criança é um dever de todos, igualmente, e julga presunçosa, inconveniente e desalinhada dos propósito…

Crianças são críticas em relação à publicidade, segundo pesquisa da Turner

A Turner elegeu a comunicação como tema da quinta edição do Kids Experts, pesquisa que desenvolve anualmente para entender melhor o comportamento do público infantojuvenil. O objetivo este ano era saber a opinião das crianças sobre publicidade. O estudo foi realizado entre abril e maio deste ano, com uso de diferentes metodologias. A primeira etapa foi a de grupos de discussão. Foram sete no total, na cidade de São Paulo, reunindo meninos e meninas de três faixas etárias: 6-8 anos, 9-11 anos e 12-15 anos. Todos eles pertencentes a classe A/B e moradores de domicílios com TV paga.

Outras metodologias utilizadas foram o eye tracking, que utiliza um aparelho acoplado à tela ou monitor, capaz de acompanhar o que é visualizado e com qual intensidade, identificando focos de atenção e visualização no vídeo; o trace, um teste eletrônico que mede o interesse da criança conforme gosta mais ou gosta menos do conteúdo; e as oficinas criativas nas quais as crianças tiveram a tarefa de desenvolver u…

Aulas de Educomunicação na Saúde Pública da USP

O tema da educomunicação voltou a ser trabalhado junto aos alunos da disicplina de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP. As aulas foram ministradas na sede do curso, na Avenida Dr. Arnaldo, em forma de workshop, e tem como objetivo mostrar as diversas formas de contribuição que o uso interativo da mídia pode oferecer para socializar os conhecimentos que ajudam a melhorar a saúde da população.A metodologia adotada no desenvolvimento destas aulas contou com exercícios no uso das linguagens radiofônica e videográfica, assim como da produção de jornal mural e de blogs. Para tanto, foram usados celulares e um Netbook.As aulas foram ministradas nos dias 27 e 28 de agosto, dando conintuidade a uma parceria iniciada em 2008 entre a disciplina de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP, a partir das professores Ana Maria Cervato Mancuso e Ana Maria Dianezi Gambardella, e o Núcleo de Comunicação e Educação da ECA-USP (NCE), a partir de Carmem Gattás, colaboradora do Núcleo, e Ca…

Inauguração de Rádio Escolar Mirim em SP

Hoje (31/08/2010) foi inaugurada mais uma rádio escolar mirim na Rede Municipal de Ensino: a "Tem Gato na Tuba", que integra o programa de Educomunicação da Secretaria Municipal de São Paulo, através do projeto "Nas Ondas do Rádio" (Educom.rádio). Formada por 210 crianças com 5 anos de idade que estudam na Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Guia Lopes, da zona Norte. O projeto Educom.rádio forma produtores de mídia, permitindo que sejam desenvolvidas estratégias de comunicação que podem ajudar no processo educativo dos alunos e na integração entre escola e comunidade. As escolas trabalham o projeto de formas variadas - desde histórias em quadrinhos, fotografia, jornais e vídeos até rádios escolares.Envolvendo os alunos das seis turmas de 3º estágio da unidade, a novidade surgiu a partir do projeto didático Música no Parque, criado em maio deste ano, que visa aproximar os pequenos da música e ajudá-los a ampliar o repertório musical. Todos os dias, na hora…

Eu acredito

Imagem

EAD e inclusão social

Imagem
Reportagem on-line da revista Sentidos discute como a EAD pode favorecer o acesso das pessoas, em particular as portadoras de alguma deficiência, à educação.
Confira aqui.

Obs: Dica do Mídias na Educação/NCE-USP

Seminários de Educomunicação

O Instituto Gens, de São Paulo, está com inscrições abertas para seminários sobre Educomunicação que acontecem a partir de 10/09. Veja abaixo texto do Gens sobre os seminários.

Tendo em vista o fato de que
· a Educomunicação é um campo de pesquisa e de práticas cada vez mais conhecido no país;
· por conta da novidade e das reais possibilidades de alteração social decorrentes de atividadesque relacionam educação e comunicação, muita gente tem se interessado e se envolvido comEducomunicação;
· é compreensível que surjam várias e diferentes formas de tratar e trabalhar o campo;
· muitas das propostas e realizações em nome da Educomunicação, não raro, se pautam em
equívocos provocados pelo desconhecimento dos seus fundamentos e dimensões;
· é fundamental e necessário pesquisar e discutir o que foi, o que é e o que pode vir a ser a
Educomunicação como forma de intervenção social;
· desde 1995, ambas as institutições abaixo atuam diretamente com temas relativos ao
campo, portanto, são co-responsávei…

Nas mãos de estudantes, qualquer assunto pode se transformar em ferramenta para o aprendizado.

Confira entrevista com o jornalista e educomunicador Alexandre Sayad, publicada em junho de 2010 na Veja online, na coluna de Augusto Nunes. Alexandre é secretário executivo da REDE CEP, Rede de Comunicação Educação e Participação, que você pode conhecer acessando o site www.redecep.org.br

O debate entre candidatos a prefeito, a rotina de feirantes, a Floresta Amazônica, o desenho de um hipopótamo. Não importa. Nas mãos de estudantes, qualquer assunto pode se transformar em ferramenta para o aprendizado. E aproveitar os diferentes meios de comunicação para promover a educação pode ser o caminho. O jornalista Alexandre Sayad, que há 10 anos trabalha em escolas públicas e privadas de São Paulo, utiliza a produção de mídia por jovens (TV, rádio, jornal, blog, fotografia) como “ferramenta para a construção da cidadania e para a resignificação do papel da escola”. Secretário executivo da Rede de Experiências em Comunicação, Educação e Participação (CEP), Sayad explica nesta entrevista por …

A confiança nos conteúdos online

A dica abaixo vem de Fábio Ribeiro/Educomunicação, de Portugal!!!

Um estudo publicado no último volume do International Journal of Communication procurou compreender as dinâmicas que estão relacionadas com a confiança nos conteúdos acedidos através do universo online. Numa amostra de jovens adultos, que envolveu estudantes universitários, os resultados indicaram que este grupo atribui maior legitimidade aos conteúdos com maior número de visitas, em detrimento, por exemplo, da credibilidade da fonte de informação. A noção de credibilidade da informação, tarefa que pode ser inscrita no âmbito das competências da literacia mediática, dependerá exclusivamente do número de cliques e das visitas a um site? Será este o único critério para avaliar a credibilidade de um determinado texto, documento ou informação online?
O abstract (resumo) do estudo refere o seguinte: Little of the work on online credibility assessment has considered how the information-seeking process figures into the final eval…

Sociedade exige compromisso pela educação

Imagem
Representantes das organizações proponentes da Carta Compromisso pela Educação
Na manhã do dia 31/08 o Todos Pela Educação e outras 26 entidades (ver lista abaixo) se reuniram em Brasília para cobrar compromisso dos futuros governantes e parlamentares com a Educação de qualidade para todos os brasileiros.O evento foi realizado na sede do Conselho Nacional de Educação (CNE), onde as instituições de diversos setores da sociedade assinaram a carta-compromisso “Pela Garantia do Direito à Educação de Qualidade”. O documento deverá ser entregue aos candidatos a cargos executivos e legislativos nas eleições de 2010. A intenção é que eles afirmem seu comprometimento com políticas públicas para a Educação.Em declaração, o presidente do CNE, Antônio Carlos Caruso Ronca, enfatizou que a iniciativa surgiu de organizações da sociedade civil e que estas instituições se comprometem a fiscalizar o trabalho dos próximos eleitos.A carta-compromisso conta com sete medidas gerais, que são as seguintes:inc…

Manual da Mídia Legal 6

Imagem
O Manual da Mídia Legal 6 – Comunicadores(as) pelas Políticas de Juventude, uma realização da Escola de Gente com patrocínio da Petrobras, será lançado no Rio de Janeiro, no dia 1º de setembro, às 9h da manhã, no Hotel Novo Mundo, na Praia do Flamengo.O Manual, publicado em sete formatos acessíveis, já foi lançado em maio, em Brasília, no VI Seminário do Programa Educação Inclusiva: Direito à Diversidade do Ministério da Educação; e em junho, na cidade de Belo Horizonte, durante 21ª reunião ordinária do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve). Na ocasião, Danielle Basto, representante da Escola de Gente no Conjuve, apresentou a publicação ao lado de Danilo Moreira e João Vidal, respectivamente, presidente e vice-presidente deste conselho, e distribuiu exemplares para todos(as) conselheiros(as) presentes.O Manual da Mídia Legal 6 será lançado no Rio em clima de festa por conta da recente assinatura, no dia 12 agosto, pela presidência da República, da convocação para a II Conferência …

USP lança número 1 / 2010 da revista Comunicação & Educação

Imagem
Departamento de Comunicações e Artes da ECA-USP lança o número 1 de 2010 da revista Comunicação & Educação, publicação do curso Gestão da Comunicação.
Para adquirir números avulsos, basta ir na Rede Paulinas de Livrarias, solicitar pelo telefone 0800-7010081 ou pelo site www.paulinas.org.br. Para fazer assinatura da revista, é só enviar e-mail para livirtual@paulinas.com.br. Veja abaixo os temas dos artigos que podem ser encontrados na publicação.

SUMÁRIOApresentaçãoDificuldades e prazeres de uma publicação
COSTA, Maria Cristina CastilhoArtigosNacionaisLinguagens da comunicação e desafios educacionais: o problema da formação dos jovens docentes
CITELLI, AdilsonImagem e etnografia: a busca constante do outro
COSTA, Maria Cristina CastilhoTeatro, comunicação, pedagogia: notas sobre Brecht
FREDERICO, CelsoLeitura, recepção midiática e produção de sentido
ANNIBAL, Eneus Trindade e SérgioA Dona da Brincadeira: televisão e brinquedos na produção cultural da infância contemporânea
SOUSA, Juliana…

Sai o número 2 da revista TV Escola

Imagem
O número 2 da revista TV Escola já está disponível on-line. Você pode encontrar entrevista com o professor da UFF, Marcelo Bittencourt, Doutor em história da África; o raio X de uma escola municipal no interior do Paraná que já alcançou a meta para o IDEB 2011; recursos digitais e escola; softwares livres; literatura; cultura indígena; leitura de imagens e criação de jornais como aliados da educação, entre outros assuntos. Para dar uma olhadinha, basta clicar aqui.

Revista nova no pedaço: Nordic Journal of Digital Literacy

Imagem
A dica vem do professor Manuel Pinto, de Portugal:
Saiu do prelo uma nova revista sobre Mídia e Educação.A Nordic Journal of Digital Literacy tem como foco as mídias digitais (incluindo internet, consoles de jogos e computadores) e os respectivos usos.

O número 1 da revista aborda as práticas digitais das crianças, procurando - teórica e metodologicamente, valorizar as perspectivas das próprias crianças.

Os artigos desse número inaugural são:Understanding children’s and young adolescents’ media practices: reflections on methodologyFrom Chat in Public to Networked PublicsYoung Boys Playing Digital GamesEducating the Digital GenerationA Critical Perspective on Online Safety Measures Fonte: Manuel Pinto/Educomunicação

Presidenta argentina, Cristina Kirchner, pretende declarar a produção de papel imprensa como de interesse público

Vale a pena ler e refletir sobre a matéria "Kirchner pretende declarar de interés público la producción de papel para diarios" publicada no dia 25/08 no site do jornal espanhol El País. Sugiro que após essa leitura, busquem os jornais Clarín e La Nación para ver como a imprensa argentina está reagindo à nova decisão da presidenta Cristina Kirchner em relação ao papel imprensa naquele país. O texto é de Alejandro Rebossio.

La presidenta de Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, ha presentado en la Casa Rosada, sede de la presidencia, un informe que no solo refuerza su ofensiva contra el mayor periódico y grupo de medios de Argentina, Clarín, sino que también ataca al segundo diario con mayores ventas,La Nación. El documento denuncia que los antiguos dueños del único fabricante argentino de papel para periódicos, Papel Prensa, se vieron forzados, bajo las torturas del régimen militar (1976-1983), a vender la empresa a Clarín (que controla actualmente el 49% de la papelera) …

Enquete revela preocupação da sociedade com a valorização do professor

Imagem
Uma dica do Todos pela Educação é conferir a enquete (e matéria sobre o tema) do site da Veja na semana de 21 de agosto. A pergunta era: “Qual a medida prioritária para melhorar o sistema público de Educação no Brasil?”. A conclusão foi que investir na formação de professores é um dos meios para a melhoria da Educação.Na matéria publicada sobre a enquete a Diretora Executiva do Todos pela Educação, Priscila Cruz, afirma que é preciso uma política pública para atrair e motivar os melhores profissionais e jovens para a carreira docente.O Todos pela Educação destaca ainda que especialistas da área declararam que é necessário uma pressão da sociedade, sobre o governo federal, para aprimorar a capacitação dos professores.Acesse o novo site do Todos Pela Educação e conheça mais propostas para a melhoria da educação no Brasil. A matéria na íntegra você pode ler clicando aqui.
Fonte: Todos pela Educação

Redes sociais fazem jovens escreverem mais

Os jovens nunca escreveram e se expressaram tanto como atualmente. A conclusão é de especialistas em linguística e educadores presentes no debate “A língua praticada nas redes sociais e a construção da identidade”, que aconteceu no sábado (14/8), na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Com as redes sociais, o jovem pode se expressar de maneira a afirmar melhor sua identidade, já que não é obrigado a produzir apenas o que o professor determina em sala de aula. “O fato de escrever mais é importante para percebermos a identidade do jovem, o que está pensando”, disse a jornalista da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi), Ciça Lessa, que mediou o debate.

“A língua é parte constitutiva da identidade. Um blog tem características de um diário pessoal, mas não é para ficar na gaveta. Tem um caráter de informação de acordo com quem escreve”, afirmou a especialista em estilística e professora, Guaraciaba Micheletti. “No blog de uma adolescente, toda a subjetividade dela e…

Grupo de Estudos (online) Educar na Cultura Digital

A Fundação Santillana e Fundação telefônica lançam o Grupo de Estudos (online) Educar na Cultura Digital, com apoio da OEI e execução da Editora Moderna e Educarede.

O Grupo de Estudos Educar na Cultura Digital foi criado para apoiar educadores interessados em trocar experiências e debater com colegas de todo o Brasil sobre os desafios que as inovações tecnológicas da atualidade trazem para o cotidiano de ensino e aprendizagem na escola.

O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) na educação é um tema emergente no mundo todo. Professores, acadêmicos e gestores dos mais variados países cada vez mais se dedicam a estudar formas de aproximar a escola das constantes inovações da sociedade provocadas pela era digital. Se hoje a Internet não é mais uma rede de computadores, mas sim uma rede de pessoas, formar o cidadão do século XXI para as competências e habilidades que emergem de novas práticas sociais mediadas por dispositivos eletrônicos tornou-se o grande desafio para a edu…

A Geração Interativa na Ibero-América

Imagem
A Geração Interativa na Ibero-América - Crianças e adolescentes diante das telas é uma pesquisa realizada com a colaboração de EducaRed, Telefônica Internacional, S.A.U. e
Universidade da Navarra.

Para acessar a pesquisa, clique aqui!

Jovens na mira da propaganda

Imagem
Publicamos abaixo texto do iG Educação sobre cartilha do Procon São Paulo voltada a jovens. O tema é consumo e propaganda. Vale a pena ler e refletir. O link para a cartilha você encontra ao final do texto.

Já percebeu que as empresas começam a assediá-lo, a cadastrar seu e-mail quando você faz alguma compra ou se interessa por algum serviço? Depois, mantêm contato oferecendo promoções, cartões da loja e anunciando as novidades? É isso mesmo. Os jovens são cada vez mais importantes para o mercado de consumo.

Embora, ainda, dependentes financeiramente dos pais, mesmo sem talão de cheque e cartão de crédito, esse grupo representa um nicho de consumo de grande interesse para o mercado. A estratégia é garantir desde cedo a fidelidade das novas gerações aos produtos e serviços das empresas. Daí, todo uma propaganda voltada para essa turma que está com hábitos de consumo em formação.

Os bancos são os mais presentes e insistentes na corrida para conquistar os futuros clientes. Nas universidades…

Dicas de eventos

VI Congresso de Engenharia de Entretenimento da UFRJ tem como tema o “Edutainment”

Nos dias 2 e 3 de setembro, acontece no Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ o “VI Congresso de Engenharia de Entretenimento”, promovido pelo Laboratório de Engenharia do Entretenimento (LEE-UFRJ) da Coppe-UFRJ, com apoio da Escola Politécnica (Poli-UFRJ). Como tema central, o Congresso explora o conceito de Edutainment: atividades que proporcionam educação e diversão através das mídias e tecnologias atuais.

O evento conta com palestras, debates e oficinas que buscam explorar diversas vertentes do entretenimento, como música, cinema e televisão. Além disso, profissionais e artistas de instituições públicas e privadas apresentam casos de sucesso, analisando as etapas do processo produtivo e o fortalecimento da atividade de entretenimento.

Os interessados em divulgar trabalhos acadêmicos que estejam de acordo com os eixos temáticos do evento devem enviá-los através do e-mail lee@ufrj.br até o dia 20 de agosto.…

A censura moralista

Análise da professora Marisa Lajolo (*) sobre a distribuição de livros nas escolas brasileiras para o Estadão.edu
Boa leitura!

Há tempos que a leitura está em pauta. E, diz-se, em crise.

Comenta-se esta crise, por exemplo, apontando a precariedade das práticas de leitura, lamentando a falta de familiaridade dos jovens com livros, reclamando da falta de bibliotecas em tantos municípios, do preço dos livros em livrarias, num nunca acabar de problemas e de carências.

Mas, de um tempo para cá, pesquisas acadêmicas vêm dizendo que talvez não seja exatamente assim, que brasileiros leem, sim, só que leem livros que as pesquisas tradicionais não levam em conta. E, também de um tempo para cá, políticas educacionais têm tomado a peito investir em livros e em leitura. Vários são os programas que distribuem livros à escola pública e a seus alunos, realizando com este gesto, o velho sonho do poeta Castro Alves, que em meados do século XIX conclamava "Semeai livros, livros a mancheias, fazei o po…

Para refletir!

Imagem

A internet está mudando a forma como pensamos?

Compartilhamos abaixo texto do pesquisador português TiagoDF, publicado no Educomunicação. O potno de partida foi um artigo publicado no dia 15/08, no jornal The Observer. Boa leitura!

É um debate que já circula há muito, mas aproveito a publicação de um bom artigo no The Observer de hoje para colocar aqui no blogue algo sobre isso. Em 2008, Nicholas Carr publicou um texto na The Atlantic que, desde então, tem gerado uma fértil controvérsia. Is Google Making Us Stupid?, entretanto desenvolvido para um livro de título The Shallows: How the Internet is Changing the Way We Think, Read and Remember, segue a tese de que a Internet (e não só o Google) está a modificar as componentes neurológicas dos nossos cérebros.

Escrevia Carr em 2008: "ao longo dos anos tenho vindo a ter uma sensação desconfortável de que alguém, ou algo, está a mexer com o meu cérebro, reestruturando os circuitos neurais, reprogramando a memória. A minha mente não se está a ir, mas está a mudar. Não penso como dant…

Regionalização e diversidade

Você acha que a televisão brasileira mostra a nossa diversidade cultural? Veja a opinião de diversos especialistas no vídeo abaixo produzido pelo Conselho Federal de Psicologia e reflita!

Mídia e Infância

Disponibilizamos abaixo vídeo produzido pelo Conselho Federal de Psicologia com opinião de diversos especialistas acerca da publicidade dirigida a crianças. O que você acha desse tema?

Mídia e Subjetividade

Fonte: Programete de Comunicação produzido pelo Conselho Federal de Psicologia - CFP

ZoaSom: do radinho de pilha à internet em busca dos jovens

Imagem
“Há dois processos: tanto a geração Google bebe em tendências do passado quanto o próprio rádio se rejuvenesce com as novas tecnologias de comunicação”, João Paulo Malerba.

Por Marcus Tavares/ RevistaPontoCom
Afinal, de que forma o rádio pode se reinventar no mundo digital e conectado pela web e suas redes sociais e, ainda por cima, atrair a atenção dos jovens? Bem, tem gente tentando emplacar novidades no mercado. É o caso, por exemplo, do programa ZoaSom, que acaba de estrear na Rádio MEC AM, no Rio de Janeiro.
Como define o diretor do programa, João Paulo Malerba, o ZoaSom é um programa de rádio feito por jovens e para jovens. E segundo ele, rádio é coisa de jovem, sim, mas tem que ser um rádio plugado nas multiconexões que as novas tecnologias permitem. “O ZoaSom é um programa de auditório que vai além do auditório e um programa de rádio que usa e abusa da internet. Essa é a aposta do projeto”, avisa.
O programa estreou com a presença da cantora Fernanda Abreu. Logo após a estreia, o …

Midiaeducação, ciência e inovação

Reproduzimos abaixo entrevista exclusiva com Ildeu de Castro Moreira, diretor do Departamento de Popularização e Difusão de Ciência e Tecnologia do Ministério da Ciência e Tecnologia.A entrevista foi realizada e publicada na RevistaPontoCom.

Logo após a 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizada em maio passado em Brasília, um dos coordenadores do evento, o físico e professor Ildeu de Castro Moreira, visitou, no Rio, a sede do planetapontocom. Depois de conhecer o trabalho desenvolvido pela instituição, Ildeu concedeu uma entrevista exclusiva à revistapontocom.

O professor falou sobre os bastidores do encontro, ressaltou a importância da diversidade de saberes e da sociedade não acadêmica no processo de construção da ciência. Destacou o trabalho dos cerca de 400 Centros Vocacionais Tecnológicos e a responsabilidade de escolas e universidades investirem na constituição de crianças e jovens curiosos e inovadores. E ainda ratificou o pouco espaço que a ciência ocu…

II Encontro Brasileiro de Educomunicação

Entre os dias 23 e 24 de agosto de 2010, a Universidade de São Paulo (USP) realizará o II Encontro Brasileiro de Educomunicação. O objetivo é promover um diálogo entre a sociedade e a universidade sobre o perfil do profissional a ser formado pelo próximo curso de Licenciatura em Educomuncação da própria USP. O evento reunirá representantes da Unesco, de órgãos públicos, da mídia, do terceiro setor e do campo educacional.

O debate englobará cinco sub-temas: “Educomunicação no espaço das políticas públicas”; “Mídia e Tecnologia no espaço educativo: a perspectiva da Educomunicação”; “A interface comunicação e educação na universidade: pesquisa e extensão”; “O profissional da Educomunicação” e a “Licenciatura em Educomunicação”.
No painel de abertura, o diretor da área de comunicação da Unesco, Guilherme Canela, falará sobre o esforço da ONU no sentido de promover políticas públicas em favor da convivência entre civilizações a partir de programas de educação para a mídia. Já o educomunicado…

Editora Contexto lança "Mídia e Educação"

Imagem
"Para o bem ou para o mal, as mídias estão presentes em nossas vidas de forma cada vez mais precoce e cada vez mais forte. Com os avanços da tecnologia e das técnicas de comunicação, com a sofisticação da publicidade e de um estilo de vida em que o consumo tem um papel preponderante, os meios de comunicação de massa assumem expressiva importância.

É preciso, pois, estarmos preparados para a compreensão e análise desse fenômeno que diz respeito a todos nós. É momento de refletir sobre o papel pedagógico e muitas vezes ideológico das mídias.
Para aqueles que têm familiaridade com as mídias, esta obra estimula o debate; para os novatos, é um convite a fazer uma imersão nesse amplo, diverso e instigante campo de investigação. Assim, a obra é fortemente recomendada para estudantes e professores nas áreas de educação e comunicação". (Texto da editora)

Maria da Graça Setton é socióloga (PUC-SP), mestre em Ciências Sociais (PUC-SP) e doutora em Sociologia (USP). Atualmente, é livre-doc…