Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

A escola necessita se “transalfabetizar”

Imagem
É necessário um novo contrato social na educação, que incorpore plenamente a
informática e a concepção dos direitos humanos 
do século 21, afirmou em entrevista à IPS a 
doutora em meios de comunicação francesa 
Divina Frau-Meigs. Professora de estudos 
americanos e de sociologia da mídia na 
Universidade de Sorbonne Nouvelle Paris 3, 
Frau-Meigs afirma que professoras, professores 
e estudantes devem assumir plenamente a 
transalfabetização. Trata-se de “saber ler, escrever, calcular e 
computar. Contudo, computar inclui entender 
estas três categorias de informação: código, 
documento e atualidade/imprensa”, afirmou 
Frau-Meigs, assessora do Conselho da Europa e 
da Organização das Nações Unidas para a 
Educação, a Ciência e a Cultura. Em visita 
ao Brasil para participar de um seminário, 
a especialista conversou longamente com 
Clarinha Glock, da Inter Prees Service (IPS). A seguir um resumo da entrevista. IPS: O que é a transalfabetização? DIVINA FRAU-MEIGS: É saber ler, escrever, calcular 
e computar.…

Cáceres, sede del II Congreso Internacional de Medios de Comunicación

Imagem
“Los medios de comunicación dentro del aula como herramienta educativa, una oportunidad para trabajar actitudes y aptitudes del alumnado”, esa es la idea principal sobre la que girará el II Congreso Internacional de Medios de Comunicación en el Aula los días 3 y 4 de Mayo en Cáceres.

Presentación del II Congreso Internacional de Medios de Comunicación. FOTO: JORGE GARCÍA




















El Complejo Cultural San Francisco acogerá el debate que propone la Asociación Radio-educativa Diálogos, sobre el papel de los medios en la formación del alumnado y las diferentes formas que puede adoptar el conocido como ?periodismo educativo?.

El programa de este año cuenta con varias ponencias y mesas redondas de expertos en diversas áreas comunicativas y educativas. La pedagoga y consultora internacional en creatividad, Marga Íñiguez, que ha sido asesora pedagógica en programas como ?La Bola de Cristal?. Después, intervendrá junto a otros periodistas y profesionales del sector audiovisual en la mesa redonda ?Medios …

The Economist Looks to Colleges for New Readers

Imagem
The Economist magazine is headed to campuses around the country to encourage students, teachers, professors and others in the academic community to become readers.


An effort that is to begin on Monday will carry the theme “Dare 2 Go Deep With The Economist” – the numeral, presumably, echoing how so many members of the intended audience use shorthand when they communicate online and on mobile devices. Indeed, digital media is the primary way that The Economist and its new advertising agency, Atmosphere Proximity in New York, intend to disseminate the campaign, which has a budget of just under $1 million. The ads will urge turning to The Economist for a deeper, more thorough understanding of what goes on in the world. The centerpiece of the effort will be a special Web site, or microsite, dare2godeep.com,with content that includes video clips featuring comedians like J.B. Smoove, interactive games, information about The Economist and an offer for a free, two-week digital subscription. Socia…

Orientadores do curso Mídias na Educação, do MEC, dão depoimento no último dia de defesa das monografias

Imagem
As mídias podem favorecer o diálogo dos professores com os estudantes


No entender da professora doutora Sandra Regina N. dos Santos, que foi orientadora do curso Mídias na Educação, do MEC, esta formação propiciou um diálogo maior entre gestores e os professores das redes públicas que realizaram o curso. As leituras e práticas relacionadas com as mídias na educação, na avaliação da professora Sandra, podem facilitar, igualmente, o diálogo dos educadores com seus alunos. Outro ponto destacado por ela é ter aprendido com os trabalhos que acompanhou.
Fonte: Blog Mídias na Educação (http://blog.midiaseducacao.com/2013/04/as-midias-podem-favorecer-o-dialogo-dos.html) Repensar a prática e contribuir para aumentar a qualidade da educação

A professora mestre Márcia Coutinho, que atuou como orientadora do curso Mídias na Educação, do MEC, destaca a evolução acadêmica e profissional dos professores que participam da formação. Nesse sentido, ela afirma que, ao embasar-se mais teoricamente, os educad…

No 3º dia de defesas de monografia, professor Ismar dá entrevista sobre curso Mídias na Educação, do MEC

Imagem
No terceiro e penúltimo dia de defesas de monografias do curso Mídias na Educação (SP), no sábado (27/04), foram aprovadas mais de duas dezenas de trabalhos. Fotos das defesas podem ser vistas no álbum acima (para download clique no link). No próximo sábado, dia 4 de maio, ocorrerá a finalização do curso, na oferta conduzida em São Paulo pela parceria UFPE/NCE-USP.

Na abertura do dia, comentou-se novamente a questão da certificação, com o informe de que estão prontos os certificados oficiais das extensões (ciclos Básico e Avançado) e em trâmite os da especialização. Além disso, o supervisor geral do curso em São Paulo, professor doutor Ismar de Oliveira Soares (ECA/USP), falou da importância dos professores para disseminar práticas e ideias educomunicativas nas escolas.

Depois desse momento inicial, o professor deu uma entrevista, que você pode ver abaixo, falando mais sobre o Mídias na Educação, inclusive enviando uma mensagem aos cursistas, e sobre possíveis trajetórias futuras de tra…

Educomunicação e Mídias na Educação

Imagem
O professor da Prefeitura Municipal de São Paulo Fábio Rogério Nepomuceno, que também é graduando da Licenciatura em Educomunicação da ECA/USP, concluiu o curso Mídias na Educação, realizando a monografia Aprendizagem em rede e educomunicação: a experiência de formação a distância de professores da rede pública da cidade de São Paulo, sendo orientado pela professora mestre Antonia Alves Pereira.

Na entrevista acima, o professor Fábio fala do trabalho e de como as mídias na educação dialogam com o conceito de educomunicação. Além disso, nota como tanto a educomunicação quanto a utilização das mídias podem se relacionar com programas de educação integral, como o Mais Educação. Depois da entrevista, realizada no dia 20 de abril, o professor Fábio apresentou seu trabalho para a banca, sendo aprovado. (Fonte: Blog Mídias na Educação)

II Encontro de Educomunicação da Região Sul - II Educom Sul com inscrições abertas

Imagem
O II Encontro de Educomunicação da Região Sul - II Educom Sul , que acontece dias 27 e 28 de junho, está com inscrições abertas. Para quem quer apenas acompanhar o evento, sem apresentar trabalhos, as inscrições vão até 14 de junho. Já quem desejar submeter algum trabalho, deve fazê-lo até o dia 15 de maio. As inscrições devem ser realizadas exclusivamente no site da Unijuí – www.unijui.edu.br/educom.


A primeira Mesa Temática terá como tema "Comunicação e Educação para a cidadania”, com mediação da professora coordenadora do II Educom Sul, Drª Vera Raddatz. As debatedoras serão as professoras Drª Ademilde Sartori – coordenadora do Laboratório de Mídias de Práticas Educativas – LAMPE/FAED/UDESC; a Profª Drª Rosa Maria Cardoso Dalla Costa – responsável pelos Programas de Pós-Graduação em Educação e Comunicação – Universidade Federal do Paraná (UFPR); e a Profª Drª Rosane Rosa – responsável pelos Programas de Pós-Graduação em Comunicação e em Tecnologias Educacionais em Rede – Univer…

Media Literacy Concepts and Metaphors: Environmental Factors

Imagem

Portugal sedia de 3 a 9 de maio o projeto "7 Dias com os Media"

Imagem
De 3 a 9 de maio acontece a Operação 7 Dias com os Media, em Portugal! A ideia é, a partir da comemoração do Dia da Liberdade de Imprensa (3 de Maio), sensibilizar a população para o papel que a mídia ocupa na vida de todos nós e, especialmente entre a nova geração.

O projeto acontece em âmbito nacional e pretende estimular a reflexão sobre a relação que se estabelece entre a mídia e a sociadeda numa era em que as tecnologias e plataformas digitais possibilitam a expressão quase generalizada dos cidadãos no espaço público.


A data escolhida para seu início, 3 de Maio, tem como propósito lembrar que o projeto está intimamente ligado à noção de que um olhar informado, crítico e participativo relativamente à mídia constitui, ele próprio, uma condição de liberdade, que poderá contribuir para a melhoria da liberdade de expressão e de informação, da democracia e da cidadania.

Para participar, basta pensar e organizar atividades que relacionem, de alguma maneira, a mídia com a vida dos cidadãos …

O uso de webquest no currículo de Arte

Imagem
Por Virginia Lucia Cenamo*

A pesquisa consistiu na investigação do uso da webquest como possibilidade de obter maior envolvimento dos alunos do 9º ano do Colégio Sion de Arujá-SP. Teve início com a preocupação pela desmotivação dos alunos nas aulas de Artes e a necessidade de cativá-los com a procura de um novo método que os envolvesse nos estudos. Dentre as mídias utilizadas na educação, foi escolhida a webquest, por utilizar informações da internet e priorizar o trabalho compartilhado e direcionado. 

A sequência do trabalho foi realizada em três etapas: 
Um primeiro questionário buscando o conhecimento prévio dos alunos sobre webquest e sobre a visão dos mesmos de outros trabalhos feitos em grupo e na internet.A aplicação de uma webquest, especialmente feita para eles, seguindo a sequência da estratégia construtivista da escola (com conteúdo e material da Rede Pitágoras) sobre o tema: A Interatividade nas Artes.Um segundo questionário indagando sobre suas opiniões, quais foram para ele…

Mídias podem ajudar o professor a repensar sua atuação na sala de aula

Imagem
A doutoranda da ECA/USP e professora mestre Carmen Lúcia M. E. Gattás fala, no dia 20 de abril de 2013, sobre as mudanças que percebe nos professores em relação às mídias, ao longo do tempo. Ela nota que a introdução destas na escola pode ser uma possibilidade para repensar a atuação do docente na sala de aula.

Os melhores e piores empregos para 2013

Imagem
Uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (23) pelo site norte-americano especializado em carreiras, CareerCast.com, revelou as melhores e piores profissões de 2013. Entre as 200 listadas, o atuário, especialista em mensurar e administrar riscos, foi considerado o melhor emprego para este ano. Na contramão, o repórter de jornal apareceu na última posição.
O levantamento combinou indicadores como salários médios, nível de estresse, perspectiva na carreira, ambiente de trabalho e demandas físicas. No topo da lista, o atuário tem uma renda anual média de US$ 87,6 mil, além de 27% de projeção de crescimento. Completando as cinco melhores profissões para este ano, ainda aparecem o engenheiro biomédico, engenheiro de software, fonoaudiólogo e consultor financeiro. Já entre as piores profissões, o repórter de jornal impresso ficou na última posição, atrás de lenhador, leiteiro, garçom e doméstica. De acordo com o estudo, com redações e orçamentos cada vez menores, os jornais impressos ainda têm …